O que fazer para aumentar meu lucro: aumentar a produção ou a produtividade?

Por: Rinaldo Melo – Engenheiro Mecatrônico, especialista em processos e gestão industrial.
(Linkedin/Instagram)

Em um primeiro momento estes dois elementos fundamentais da cadeia produtiva podem até parecer a mesma coisa. No entanto produção e produtividade têm significados distintos, apesar de andarem lado a lado o tempo todo.

industria de alimentos

PRODUÇÃO é o processo de transformação de insumos/matériasprimas em produtos/serviços para venda no mercado. Ocorre através de processos produtivos, com a utilização de mão de obra, equipamentos. O ambiente onde os processos estão inseridos também devem ser levados em conta. Portanto, a produção tem mais a ver com o que deve ser feito do que com o como deve ser feito.

PRODUTIVIDADE é a capacidade de produzir mais com menos recursos e no menor tempo possível sem queda da qualidade. Inclusive, qualidade (excelência) dos produtos/serviços oferecidos aos clientes deve ser melhorada com um programa de aumento da produtividade. Ao mesmo tempo, deve-se reduzir os custos e os ciclos de produção, estimulando a busca por melhores resultados (excelência), e consequentemente, aumentar a participação no mercado e o lucro da empresa. Então, significa que produtividade tem mais a ver com o como deve ser feito do que com o que deve ser feito.

Encomenda maior do que o padrão: quando é realmente lucrativa?

Vamos fazer uma rápida reflexão para ver a interação destas duas partes preciosas da cadeia produtiva:

Food1jpegVocê e sua empresa acabam de receber uma encomenda para entregar 5mil unidades de um produto em cinco dias. Isso vai lhe trazer um lucro enorme, uma vez que seu cliente é um parceiro de longa data, sabe que as matérias-primas que utiliza são de alto padrão de qualidade. Além disso, ele decide pagar um ágio de 100% no preço de venda deste produto, o mais rentável do seu negócio, com 80% de margem. Você pensa: “É uma oportunidade única! Mas será mesmo?

Você sabe que sua unidade industrial possui um quadro de pessoal para trabalhar 12 horas/dia, com uma capacidade de produção instalada de no máximo 1000 unidades/dia, funcionando 24 horas/dia.

Só que é uma oportunidade única! São 100% de ágio, além da sua margem de 80% em cada unidade.  Então você decide encarar este desafio e promete ao seu cliente o que ele lhe encomendou: 5.000 unidades do produto no final de 5 dias! Algo impressionante! E você ainda será recompensado com 100% de ágio num produto em que sua margem é de 80%! Melhor impossível! Consigo até ler seus pensamentos.

auditoriaMas será que produzir a encomenda realmente valeu à pena? Para saber, cabe fazer algumas perguntas:

  • A encomenda foi entregue no tempo?
  • Os custos de produção se mantiveram sustentáveis para realizar a produção desta entrega?
  • Os empregados estavam motivados e engajados para entregar os resultados esperados por você?
  • Os equipamentos utilizados estavam em perfeitas condições de funcionamento e entregaram o mesmo padrão de qualidade esperado pelo seu cliente neste produto?
  • O fornecedor das matériasprimas de alto padrão de qualidade que você utiliza possuía em estoque o suficiente para esta encomenda única para você?

São algumas destas perguntas que devemos nos fazer antes de buscar o lucro a qualquer custo. Aceitar o que parece uma oportunidade única, em alguns casos, pode custar o seu cliente e o seu mercado!

Aumentar a produção aumenta seus lucros?

Fatores importantes como mão de obra, equipamentos, insumos/matériasprimas e o ambiente onde os processos estão inseridos impactam diretamente na qualidade do produto/serviço a ser entregue aos nossos clientes. Afetam, desta forma, a produtividade da empresa.

Quer saber mais sobre como aumentar seu lucro através da produtividade e do engajamento com seus clientes, fornecedores, e empregados no setor alimentício?

A Invista Foods terá prazer em atender a sua demanda através de uma equipe de profissionais altamente qualificados para ajudar a sua empresa a realizar entregas extraordinárias aos seus Clientes. Consulte-nos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: