5 estratégias de marketing para aplicar na indústria de alimentos

É bem comum ver empreendedores, do pequeno ao grande, iniciarem seus negócios preocupados com a contabilidade, com o gerenciamento funcionários, atendimento aos clientes, mas acabam se esquecendo de um dos principais pilares para o sucesso da empresa: as estratégias de marketing.

Marketing, publicidade e estratégia comercial. Imagem: Freepik

Por muitas vezes não ser considerada importante, a ausência do marketing estratégico se torna um grande problema no mundo corporativo, quando as companhias têm cada vez mais que lidar com concorrentes ansiosos para roubar seu mercado.

E aí, se identificou com o cenário acima e quer impulsionar o seu negócio de uma vez por todas? Hoje, no blog Invista Foods, mostraremos alguns passos importantes para sua empresa aplicar o marketing na indústria de alimentos. Confira:

Comunicação personalizada e integrada: elevando a indústria de alimentos e bebidas para outro patamar

Comunicar-se bem é fundamental. Imagem: Freepik
Comunicar-se bem é fundamental. Imagem: Freepik

O marketing traz uma série de vantagens para o setor de alimentos e bebidas. É possível conquistar maior visibilidade, estabelecer um bom relacionamento com os clientes, ganhar autoridade no mercado e o melhor: incrementar as vendas. O comportamento dos consumidores nas mídias digitais gera informações valiosas para as marcas, principalmente sobre a jornada de compra do público-alvo.

É o chamado marketing one to one: quando a marca, por meio de soluções de Web Analytics e com CRM (Customer Relationship Management), coleta dados detalhados sobre seus clientes para conhecê-los mais a fundo, descobrir suas necessidades e oferecer o que precisam no momento certo.

Marketing Nutricional: use meios para facilitar a comunicação com o seu público

Use as informações do produto para vendê-lo. Imagem: Freepik

Já ouviu falar sobre marketing nutricional? Essa estratégia não é completamente inovadora, mas, se bem utilizada, pode disponibilizar informações importantes e atrativas para seus consumidores. Você sabia, por exemplo, que é possível utilizar QR Codes nos produtos? Ele funciona como um código de barras, com a diferença que o consumidor pode interagir com essa tecnologia. Ao ser escaneado, o QR Code disponibiliza conteúdos como vídeos, fotos e textos, o que proporciona uma experiência de compra diferente e ainda permite explorar outras plataformas e formatos.

A Nestlé já anunciou que pretende implantar essa tecnologia em todos os seus produtos e o primeiro item a receber o código foi o Kit Kat. Por meio do QR Code, o usuário é direcionado para uma página na internet com dados como valores nutricionais e a história do alimento. Isso permite que ele faça escolhas conscientes e condizentes com o estilo de vida que pretende adotar. 

Ações no ponto de venda

valorize seu produto no ponto de vendas. Imagem: Freepik

Clientes e revendedores precisam conhecer seus produtos para decidir se vão ou não escolhê-los. Para isso, existem ações que ajudam a melhorar a experiência deles, criar confiança e fechar negócio. A degustação, por exemplo, explora o sensorial da pessoa, criando uma conexão com ela. Já o marketing de experimentação apresenta os produtos a partir de amostras grátis e brindes. É uma ótima estratégia para empresas que estão se lançando no mercado.

A imagem é tudo!

A decisão de compra pelo seu produto pode estar a uma embalagem bonita e funcional de distância do seu concorrente. Imagem: Freepik

Atire a primeira pedra quem nunca comprou um produto pois achou a embalagem bonita. Com certeza, não é mesmo?Saiba que um rótulo “bacana” é um vendedor silencioso, já que aumenta o desejo de compra dos consumidores ao criar uma imagem impactante e atrativa. A embalagem fortalece a marca com suas características únicas, ou seja, a personalidade do produto.

A era da experiência e o foco no cliente

Atender bem para atender sempre! Imagem: Freepik

Você já deixou de comprar um produto porque foi mal atendido na loja ou mesmo abandonou um carrinho de compras porque o site era lento ou difícil de navegar? Infelizmente, essa situação não é uma queixa rara entre os consumidores. Saiba que quando a experiência do cliente com uma marca não é boa, os impactos podem ser bem prejudiciais. E é por isso que a preocupação com o “customer experience” é tão importante.  

No ambiente digital, por exemplo, o consumidor precisa encontrar as informações que procura, tem que conseguir navegar corretamente e sem precisar de ajuda, gastando o menor tempo possível procurando o botão ou a página que quer encontrar. Tudo isso com um layout agradável e alinhado com a identidade visual da marca. A boa notícia é que já existem profissionais responsáveis pela experiência do usuário em seu site. O User Experience, ou UX, é uma área profissional específica, que requer diferentes conhecimentos técnicos para ser aplicada. Por isso, se você quer proporcionar uma experiência realmente sensacional para os seus clientes nas suas plataformas digitais, não deixe de investir nesse tipo de profissional.

E aí, gostou das dicas de ações de marketing para impulsionar suas vendas no setor alimentício?  Continue acompanhando o blog Invista Foods, entre em contato com a gente, siga nossas redes sociais e fique por dentro das novidades na indústria de alimentos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Fale com a gente!
%d blogueiros gostam disto: